Naganuma - Advocacia e Consultoria em Trânsito e Transporte Público

JA slide show

Naganuma Consultoria em Trânsito e Transporte Público

Ago03

CONCESSÃO DE RODOVIAS

E-mail Imprimir PDF

“Privatização” de rodovias, na verdade, não é o termo correto, pois privatizar seria, no caso, a empresa vencedora do leilão, comprar todo trecho da rodovia incluindo a faixa de domínio (extensão da pista de rolamento e a área para sua expansão) tornando-se dono dela. Não é isso que acontece. A empresa vencedora recebe a concessão por 20 ou 25 anos para poder explorá-la mediante contrato onde são estabelecidos valores, carência, formas de conservação e muitos outros itens que fazem parte do certame.

Durante a campanha presidencial, a então candidata Dilma Rousseff citou o “sucesso” de seu modelo de “privatização” de estradas, no qual vence o leilão a empresa que se comprometer a praticar o menor valor a ser cobrado nas praças de pedágio do trecho recebido para explorar durante 25 anos.

 

Leia mais...
 
Jul26

PRIVATIZAÇÕES

E-mail Imprimir PDF

A partir da metade dos anos 70 e com maior vigor até os dias de hoje, o mundo está em constante experiência com relação à tendência geral de redução da participação do Estado nas atividades econômicas.

No Brasil, o primeiro presidente a adotar as privatizações como parte de seu programa econômico foi Fernando Collor de Mello (1990-1992) que implementou essa política desencadeando um dos maiores programas de privatização do mundo. Porém, das 68 empresas incluídas no programa, somente 18 foram efetivamente privatizadas, pois surgiram vários problemas no processo de privatização da Viação Aérea São Paulo – VASP.

 

Leia mais...
 
Jul14

MOBILIDADE URBANA

E-mail Imprimir PDF

“Muito se fala em mobilidade urbana e em resolver os problemas ocasionados pelo excesso de veículos, especialmente nas metrópoles.

Mas, afinal, o que é mobilidade urbana?

 

Leia mais...
 
Jul06

SEGURANÇA NO TRANSPORTE PÚBLICO COLETIVO

E-mail Imprimir PDF

O tema abordado hoje chegou a um nível de degradação inaceitável. Pelo País inteiro presenciamos através de noticiários, que os rodoferroviários estão insatisfeitos com “alguma coisa” promovem greves a tordo e a direito prejudicando os mais necessitados (ou não), que têm essa modalidade de locomoção para exercer o direto constitucional de ir e vir.

Assim os chamados alternativos ou clandestinos se aproveitam para incursionar nesse meio e promover ainda mais a dificuldade que o poder público já enfrenta.

 

Leia mais...
 
Mais Artigos...
JPAGE_CURRENT_OF_TOTAL

Enquete

Se você fosse um Gestor Público qual dos temas a seguir estaria no topo de suas prioridades?
 

Visitantes Online

Nós temos 48 visitantes online