Naganuma - Advocacia e Consultoria em Trânsito e Transporte Público

JA slide show

PONTE BR 364 SOBRE RIO MADEIRA

E-mail Imprimir PDF

Dia 03/10/2015 é o Dia: das Abelhas, do Petróleo Brasileiro, Mundial do Dentista.

Estou reproduzindo alguns trechos polêmicos e controversos a respeito do tema em questão que têm incomodado bastante os usuários dessa rodovia e alvo de críticas severas por parte, principalmente, dos caminhoneiros que em época chuvosa chegam a perder mercadorias por não poderem transpor determinado trecho amargando o prejuízo e que, mesmo em tempos de estiagem a manutenção é péssima tendo em vista a profusão de buracos e desníveis presentes no piso asfáltico.

“O que os acrianos questionam é quando o Estado vai ter o sonho de ligação com o resto dos estados concretizado? Enquanto Tião Viana distribui mudas de coco e ovelhas, os estados vizinhos se ocupam em dotar suas cidades de infraestrutura. O mesmo acontece no Senado. Jorge Viana e Aníbal Diniz travam uma verdadeira batalha para manter um horário que só beneficia uma emissora de TV, deixando de reivindicar o fim do isolamento do Acre.

Os petistas do Acre continuam com o discurso de união com a presidente Dilma Rousseff (PT), mas visivelmente desprestigiados em nível federal. Enquanto o governador do Amazonas, Omar Aziz (PMN) e Confúcio Moura (PMDB), de Rondônia tiveram canteiros de obras de duas pontes visitados por Rousseff, o alto clero do PT, do Acre, que faz apelos constantes pelo início das obras da ponte na BR-364 – ainda não foi atendido.

A propalada ligação do Brasil com o Pacífico, que em outros tempos fez parte das peças publicitárias das administrações petistas do Acre, passam a ser empunhadas pelo Amazonas. A construção da ponte de ligação de Rondônia ao Amazonas é vista pelos políticos dos dois estados, como a oportunidade de se estabelecer uma nova rota de exportação e importação para o Caribe. Nesta visão, o Acre seria rifado do tão sonhado caminho para o Pacífico.” BLOG DO RAMALHO MARTIN

“Desta vez a construção da ponte sobre o Rio Madeira na altura do Abunã é prá valer. Foram idas e vindas durante mais de duas décadas, mas agora as primeiras fundações já estão à vista, conforme a reportagem do Diário constatou na inspeção realizada pelo vice-governador Airton Gurgacz, representando Rondônia e pelo governador do Acre, Tião Viana, acompanhado por um séquito de deputados federais e estaduais do vizinho estado.

Depois da cheia histórica do Rio Madeira que isolou Rio Branco e as cidades acreanas, a ponte do Abunã se tornou muito mais necessária e prioritária para o vizinho estado do que para Rondônia. A bem da verdade, a luta pela melhoria naquela região foi bem mais acentuada pelo lado dos acrianos do que do lado rondoniense.

A necessidade faz o sapo pular. Em vista do sofrimento causado pelo isolamento no ano passado com as enchentes, a inspeção da obra foi cercada de pompa e circunstância pelas autoridades e imprensa do Acre. Foram ônibus lotados de deputados e representantes da imprensa para festejarem juntos - e até parecia que a ponte rondoniense estava sendo erguida em Rio Branco. Coisa de louco!

O governador do Acre, Tião Viana, anunciou que as obras de construção da ponte sobre o Rio Madeira na BR-364, no município de Abunã, serão concluídas em 2017. A ponte, que ligará o Rondônia ao Acre, terá um km de extensão, vão livre de 170 metros e 19 metros de altura.

O projeto orçado em R$ 128 milhões já está sendo executado pelo Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit) desde julho, quando foi instalado o canteiro de obras no local.

Segundo o superintendente regional do Departamento no Acre e Rondônia, Fabiano Martins Cunha, as obras estão transcorrendo dentro do cronograma previsto. "O trabalho da parte das fundações dos pilares, do lado que dá acesso ao Acre, já começou, e no lado oposto do rio estás sendo feita a mobilização dos equipamentos para iniciar as fundações no fim da próxima semana", explicou.” (Infraestrutura Urbana)

Muito bem. Tudo transcorrendo conforme cronograma. Ninguém, até agora, explicou como será resolvido o problema do transbordamento do rio. A rodovia vai ser elevada? De nada adiantará uma ponte bela e formosa caso o transbordamento ocorra. Não haverá meios de transpô-la com 50 cm a 1 m de água sobre o leito da rodovia.

www.naganuma.com.br      Este endereço de e-mail está protegido contra spambots. Você deve habilitar o JavaScript para visualizá-lo.       Twitter - @mtnaganuma

 

Enquete

Se você fosse um Gestor Público qual dos temas a seguir estaria no topo de suas prioridades?
 

Visitantes Online

Nós temos 40 visitantes online